ARTIGOS

ARTIGOS
dgUD9J6MxE0-HD

Review: Lucas A.R.T. – AKUMA NO MI

Arte, essa é a única palavra que encontramos para definir essa sexta música do drop, “Akuma no Mi”. Sem dúvidas, esse som irá entrar lista de músicas preferidas do 7 Minutoz de muita gente, e pelo menos na nossa opinião pessoal, se configura como um dos melhores, se não o melhor, 7mz Records  já lançados. É difícil achar palavras para descrever isso, mas vamos tentar. Bora pra análise!

Vocal, Composição e Letra: Lucas A.R.T

O Lucas fez a música em um gênero reggae contemporâneo com trap, e devemos dizer, foi uma mistura sensacional. Obviamente este bom encaixe, foi influenciado por essa escolha de beat, que não foi um instrumental feito pela equipe do 7, mas combinou perfeitamente com o vocal do Lucas. Mas o grande diamante da música é a letra. Muitas informações escondidas em meio as entrelinhas. Nessa música ele fez clara referência a Adão e Eva e utilizou o patrão/senhorzinho como a imagem de Deus, e Akuma no Mi, que traduzido para o português é “fruta do diabo”, fazendo uma referência ao fruto proibido. Na música ele era um jardineiro, sendo assim, o Lucas era Adão, já que era ele quem cuidava do Jardim do Éden e vivia lá, e a analogia se expande, a chegada de uma mulher que ao ser citada na música foi dito “essa viagem custou uma costela” fazendo assim a referência a Eva( que foi criada a partir de uma das costelas de Adão). Uma quantidade impressionante de analogias, sendo essas somente algumas das várias inclusas nessa música. E o Lucas A.R.T conseguir adaptar todo o contexto de Genesis para uma música, conectar a modernidade e “aplicar” o One Piece. Simplesmente genial.

Mixagem e Masterização: Peu 028

O Peu fez a maior prova de sua qualidade nessa música. Em um beat que não é de sua equipe, o engenheiro conseguiu trabalhar perfeitamente com o beat e as vozes, a colocando mais uma vez em um belíssimo encaixe, simplesmente imprescindível.

Ilustração: Daniel Bretas e Camila Tranin.

Esses dois foram muito bem, ainda não tínhamos escutado falar sobre eles, mas fizeram um trabalho espetacular, apresentando uma ilustração caricaturesca, que referencia o icônico quadro “a criação de Adão”, a pintura de Michelangelo, onde é a parte em que o homem quase toca em Deus. Na versão do 7, de acordo com o próprio Lucas A.R.T, não há esse toque por que não existe relação direta entre trabalhador e chefe, então na ilustração tem uma ferramenta que pode significar a  separação entre eles e ao mesmo tempo os conectando(isso é uma hipótese).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *