ARTIGOS

ARTIGOS
ZJoHrBYg-iQ-HD (1)

Review: Rap do Chopper – Sou um monstro  | NERD HITS

A segunda música de um drop tem um papel essencial na progressão geral: Carregar a tocha acendida pela primeira e não deixar o fogo se espalhar. Por isso, para o sucesso desse drop, esse som carregava um importante papel. E acho que podemos dizer por todos, que essa música não só carregou, mas ajudou a incendiar essa tocha.

Instrumental, mixagem e masterização – 808 Ander, Lucas Lobo e Peu028

O início da música é formado por um beat muito leve e sereno tocando solo, o que de certa forma, é um espelho ao Chopper inicial. O instrumental não foi exatamente igual durante a música toda, porém foi bastante constante e pouco modificado durante o som como um todo. Isso o tornou repetitivo e monótono? Nem um pouco. Essa calmaria e leveza foi um reflexo necessário e rigorosamente bem feito do personagem em questão. Novamente, a mixagem foi impecável, impressionando mais uma vez pela sintonia com a voz do cantor. Eficiência e qualidade, marcas do imprescindível ao 7mz, Peu028. 

Vocal, composição e letra – Pedro Alvez e Lucas A.R.T

Não se trata de uma música com um elevado número de técnicas vocais. Isso é um demérito? Nem de longe. Uma música cheia de “firulas” seria um exagero pensando na personalidade e história do Chopper. A voz embora “simples” conduziu a música brilhantemente, tendo leve variações muito precisas para expressar o sentimento do personagem em momentos específicos. A composição foi muito bem pensada por parte da dupla, tendo uma escrita sensível e correta a história do personagem. Se trata da na visão deste escritor, o grande diamante dessa música: Uma letra forte e impactante, mas sem perder a doçura do personagem e mantendo uma sensibilidade ímpar que é característica ao personagem. O encaixe entre a voz do Pedro e a letra é exímia. É evidente que a composição da letra foi pensada em torno da voz do cantor e o resultado foi uma sinergia incrível entre a composição e o vocal.

Conclusão: Entra no hall das grandes letras da história do 7MZ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *