ARTIGOS

ARTIGOS
FEPDoKofKlw-HD

Review: GATO PRETO – Lucas A.R.T., Gabriel Rodrigues e Pedro Alvez (Game Over Squad Soundtrack)

Oitava música do drop do 7MZ, essa música representa algo maior, o lançamento oficial do segundo capítulo do mangá do 7 Minutoz, “Game Over Squad “. Vamos pra review!

Vocal, composição e letra – Lucas A.R.T, Gabriel Rodrigues e Pedro Alvez

O vocal inicial é bastante interessante. O Lucas estabelece no início um flow bem ritmado e encaixado ao beat. A transição para o refrão é muito bem pensada e funciona bastante. O Gabriel estabelece um flow competente e, como sempre, um ótimo encaixe com o beat, mas em geral, o verso foi bastante simples, o que, de forma alguma, é um demérito. O Pedro com sua voz suave, teve uma excelente sintonia com o instrumental de sua parte. Gostaríamos de ter visto mais disso na música, teria sido uma adição muito benéfica e que constaria bastante nessa música. A letra, possui um tom bastante aventuresco e faz referências a situações do mangá, por isso, quem não leu a obra ainda, talvez se sinta perdido, de certa forma, com a história ali contada. Os garotos conseguiram passar uma vibe de abertura interessante, e acreditamos que essa música possa abrir um pouco as portas para novos leitores, mas, assim, essa música foi bem abaixo do que esperávamos, por ser 7 Minutoz.

Instrumental, mixagem e masterização – Pacific e Peu028

A começo de conversa, é bom relembrar que o 7 vinha de duas músicas bastante diferenciadas em termos de estilo. Por isso, a volta do pop, de um beat que novamente não é da equipe, um dos estilos mais tradicionais do 7, é bastante interessante, nos lembrando mais uma vez da qualidade e experiência deles no gênero. Dito isso, o instrumental é de um pop comum, quase uma música eletrônica. Sem tantas mudanças ou loucuras, esse instrumental combinou com os cantores, e até empolga em algum nível, mas talvez tenha faltado aquele detalhe pra deixar o instrumental incrível. Não nos entenda mal, não é ruim, pelo contrário, cumpre o seu papel. Mas principalmente no refrão, algo com mais presença viria bem a calhar, algo com mais dinamismo até pra combinar com as aventuras do mangá. É uma escolha artística segura, mas talvez menos ousada que o necessário. A mixagem é bastante bem feita, o trabalho do Peu foi mais uma vez, imprescindível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *